25 de jan de 2011

da minha humanidade,

E a cada segundo em que abria os olhos para verificar minha existência, eu podia sentir o mundo mais perto de mim.
Acordar, mesmo sem ter sonhado, era tão mais humano do que ser levemente carregada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll