29 de dez de 2010

o nada é tudo,


Nem todas as coisas que almejei se concretizaram,
Nem todos os sonhos que acalentaram minhas noites foram sussurrados por aí.
Nem todos os sentimentos que assolaram minha alma foram revelados,
Nem tudo que eu quis dizer eu disse,
Nem tudo que quis fazer eu fiz.
Mas sonhei, senti, disse e fiz o suficiente para ser muito feliz durante esse tempo todo.
E isso é o suficiente, 
por enquanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll