24 de out de 2010

saudade?

Não sinto sua falta. Pelo simples fato de não existir saudade do inexistente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll