18 de abr de 2010

Tenho medo dos domingos. Com suas tardes intermináveis e entediantes. Com seus sois abertos em curvas, sobre nossa casa. Tudo sempre parece tão mais monótono de dentro pra fora.
Não sei pq, mas acho que as pessoas transformam-se nos domingos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll