15 de nov de 2009

Tempo



Queria ser criança.

Achar graça dos problemas, não me preocupar com nada além de hoje.

Queria saber rir quando alguém fala o que não deve, em vez de ficar preocupada ou afetada com isso

Queria sentir o vento nos cabelos, a lama no corpo e o sol me tocando sem achar que aquilo é algo raro

Queria achar tudo muito simples, me sentir protegida sempre.

Queria poder amar sem sofrer por isso.

Dizer quando sinto medo sem ser ridicularizada.

Queria poder dizer que acredito em Papai Noel e coelhinho da Páscoa.

Queria falar alto tudo o que penso.

Chorar, gritar, me expressar sem medo.

Queria soprar o sabão só para observar as bolhas no ar.

Sentir prazer naquilo que é simples.

Queria sentir o gostinho do novo todo dia.

Queria ser criança.

Para que me cobrissem toda noite.

Me contassem histórias de lindas princesas.

Me fizessem acreditar que sempre há um jeito.

Que todos meus sonhos vão se realizar.

Queria dormir ouvindo uma canção bonita, mas tudo que ouço, são os carros da rua.

Todos os meus sonhos guardei em um armário.

Minha esperança, acho que joguei embaixo da cama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogroll